Carta Aberta à Minha Dinda/Mãe

A vida tem dessas, tira da gente mas também dá muito, e como! Eu não tive a oportunidade de conhecer o meu pai, mas conheci você, que volta e meia falava dele, “Se Santiago estivesse vivo…”, “Seu pai faria isso…”, “Seu pai gostava de…”. Acho que nunca lhe agradeci por isso, por falar para mim sobre ele. Por me fazer sentir mais próxima dele. E por me amar incondicionalmente como ele também amava.

Continuar lendo “Carta Aberta à Minha Dinda/Mãe”

Carta Aberta à Minha Mãe

Confesso que não havia planejado nada para hoje, ontem pensei em pintar uma aquarela bem linda para você e para a Lúcia, acompanhada de uma carta. Hoje acordei sem ter muita certeza do que fazer, eu sei que você gosta de girassóis, gostaria de poder lhe dar um, mas não posso.

Continuar lendo “Carta Aberta à Minha Mãe”

Game Over aos 25 anos

Não, não estava ansiosa por esse aniversário. Não, não me sinto diferente. Na verdade, a única coisa que sinto é ansiedade e uma sensação de cobrança absurda que parece ter o peso do mundo inteiro em minhas costas.

Continuar lendo “Game Over aos 25 anos”

Apego e Conforto

Engraçado, como nos apegamos tanto a lugares, coisas, pessoas e a sensação de conforto que o conhecido/semelhante nos traz. E como nos agarramos a isso com tanta força, e esquecemos que a mudança é constante. Você se apega a algo em um instante e num outro, já não existe mais.

Continuar lendo “Apego e Conforto”

Qual Pessoa Mais lhe Inspira?

Humboldt estudou Geologia, e excedeu todas as expectativas para uma pessoa de sua idade, mas ainda se sentia infeliz e solitário, assim como eu durante a minha graduação. Nós dois temos isso de querer saber sobre tudo, entender, aprender, todas as áreas de estudo nos interessam, principalmente, ciência, arte e línguas. Mas só isso não é o suficiente, precisamos vivenciar, conhecer e explorar!

Continuar lendo “Qual Pessoa Mais lhe Inspira?”

Aonde Mora o Perigo

Palavras não ditas e pensamentos não compartilhados, se escondem dentro de nós e se tornam uma bomba relógio, prontos para explodir assim que decidirmos abrir nossas bocas e pronunciá-los, materializá-los.

Continuar lendo “Aonde Mora o Perigo”

Um Contrato Inconveniente

Quando nascemos assinamos um contrato com o Universo, com a Força Maior, com Deus, com o Destino, ou seja lá no que você acredita, e como costuma chamar. Nesse contrato está escrito que aceitamos tudo e qualquer coisa que acontecer conosco nesta vida…

Continuar lendo “Um Contrato Inconveniente”

Para Educar Crianças Feministas

É fácil percebermos como uma criação machista afeta um menino ou uma menina durante a adolescência e a vida adulta. Algumas falas por si só já dizem tudo sobre como a pessoa cresceu. O que eu não poderia imaginar e que mesmo tendo sido educada por mulheres, o machismo estaria tão presente em mim.

Continuar lendo “Para Educar Crianças Feministas”

Corpo Livre

Por muito tempo desejei ter seios menores e um quadril menor porque me sentia extremamente desconfortável e triste com os assédios na rua, com o fato da minha aparência estar sempre em foque, e importar mais do que a minha essência

Continuar lendo “Corpo Livre”

Ideias Para Adiar o Fim do Mundo

O livro vai de encontro com o que acredito do início ao fim, e até ilumina alguns fatos que vivi. Por exemplo, quando relatei no meu diário de viagem da Patagônia: “…naquele momento senti que eu e a floresta éramos uma coisa só, me senti, verdadeiramente, parte da natureza…”.

Agora acho até engraçado ter escrito isso, não teria que ser meio óbvio para nós, que somos realmente parte da natureza? Que a floresta, os rios, as montanhas, os humanos e todos os seres que habitam a Terra são uma coisa só? Bom, depois de ler esse livro, tenho certeza!

Continuar lendo “Ideias Para Adiar o Fim do Mundo”